|borboletas-sempre-voltam|

|borboletas-sempre-voltam|

domingo, 24 de outubro de 2010

Simples..


"Invento estorinhas para mim mesmo,
o tempo todo, me conformo, me dou força."
[Caio F.]



Eu não enfeito pra escrever, acho tudo o que é simples muito mais belo. Eu sei ver beleza até no inútil. Porque, sim, tudo o que eu escrevo é inútil. São só os meus sentimentos e isso não interessa a ninguém. Escrever é uma terapia pra mim. Se eu não escrevesse enlouqueceria.

Essa é a melhor forma que encontrei pra tentar cessar o que dói em mim. Tapo a boca da dor e só dou ouvidos ao meu coração. O que escrevo sai do meu coração. É ele pedindo socorro. É ele gritando desesperado pra que lhe devolvam a parte que falta.

Eu não procuro palavras bonitas, não me importo em usar palavras repetidas. Eu não quero saber se quem lê vai gostar do que leu. Eu escrevo pra calar a dor. Eu escrevo pra acalmar meu coração. Eu escrevo pra me salvar.


Taila Ueoka.

Nenhum comentário:

Postar um comentário