|borboletas-sempre-voltam|

|borboletas-sempre-voltam|

terça-feira, 20 de julho de 2010

Gratidão


"Tenho uma vontade besta de voltar, às vezes.
Mas é uma vontade semelhante à de não ter crescido"
Caio F.





Meu presente é uma canção, uma canção-remédio pra todos os males.
Uma canção-de-gratidão simplesmente por você ser meu PAI. Por ter me colocado no mundo e ter me ensinado a viver, a ser independente...
Quantas vezes eu reclamei e me decepcionei e não aceitei o modo como você me criava. Mas eu já não sou mais tão criança e já posso entender que, do seu modo, você só fez o que achava que era melhor pra mim, sempre. E creio eu - talvez iludida - que você tenha feita um bom trabalho!
Uma
canção-companhia que não te deixe sozinho, que te afaste a solidão, que te traga as melhores lembranças dos melhores momentos. Como no dia em que fizemos as pazes no meu aniversário quatro dias antes de você viajar pro Japão, ou então como naquele tempo em que íamos lá do Di e você me colocava no muro pra ver o trem passar, lembra? ou ainda como nos velhos e bons domingos de truco.
Uma canção-estímulo, que cure o cansaço e que continue te dando forças e que te faça viver por muito e muito anos, para que você possa ver todas as minhas conquistas, e comemorar cada uma delas e se orgulhar. Porque tudo o que eu faço é na esperança de receber um elogio seu, ou um sorriso quem sabe, que me mostre – e prove! que meu esforço valeu a pena, que você se orgulha de mim. Eu ainda posso ter – e terei! um futuro brilhante. E você sabe, mais do que ninguém, que eu sempre lutei pelo o que eu quis, mesmo sabendo que muitas das minhas lutas eram lutas solitárias e quase perdidas, que muito do que EU sempre quis não era o que VOCÊ sempre sonhou pra mim.
Uma canção-oração pra pedir que Deus ilumine sempre cada passo seu. Que te abençoe e te dê ânimo pra continuar lutando, porque é em você que eu me inspiro!
Uma canção-de-amor sem vergonha nenhuma de me expor tanto assim, porque eu jamais me envergonharia de dizer que TE AMO e que você é sim, o melhor pai do mundo. E que, ainda sendo vilão algumas vezes, eu te considero um herói. MEU HERÓI!

Pai, obrigada por TUDO!

Taila Ueoka.

2 comentários:

  1. Noossa, me identifiquei muito :O
    Me fizeste chorar lendo este texto.
    Amei, parabéns, tem muito talento.

    ResponderExcluir